Mulher que se feriu no Tobogã sofre com dores e faz ressonância

Há 1 semana sentindo fortes dores, a mulher que se machucou no tobogã do Acqua Park, parque aquático na região de Manso, teve que passar por um exame de ressonância magnética. A suspeita é a de que lesionou a coluna. O exame foi feito na noite desta segunda (11). O acidente com Tatiele Leal, 30 anos, foi registrado na terça de Carnaval (5).

Na terça, o casal Rafael Yonekubo e Tatiele foi passear no parque. Os dois namoram há 8 meses. Em determinado momento do dia que deveria ser de lazer, ela resolveu “encarar” o Tobogã e avalia que quase morreu. O corpo dela foi ejetado, parcialmente para fora do brinquedo, e não tinha forças, descendo em alta velocidade, para contê-lo.

Sendo assim, foi descendo, sendo sacodida, batendo, fortemente, nas laterais, o que gerou luxações e hematomas.

Quando caiu na piscina, chorou de susto. Teve de ser socorrida por um salva-vidas do parque.

Veja vídeo

 

Ela alega que não tem como ter usado o brinquedo de forma inadequada, porque só desceu quando posicionada e autorizada por funcionário. Está muito chateada e não quer falar sobre o assunto.

Namorado dela, Rafael diz que o problema maior que ele vê é que, nas curvas, o brinquedo tinha que ter extensores para segurar o corpo dos visitantes ou ser fechado como um túnel. Ele afirma que, depois do acidente, falou isso com o proprietário do parque, o ex-deputado e conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo.  “Mostrei o vídeo a ele”, comenta. “Me disse que precisavam mesmo melhorar isso e interditou o brinquedo. Porém, fomos almoçar, e, quando voltamos, já estava liberado novamente”.

O casal foi embora do parque às 14h40. À noite, quando foram jantar, Tatiele travou e não levantou mais da cadeira. No outro dia de manhã, não conseguia ficar em pé. Foi parar na UPA. Por volta das 13h30, seguiu encaminhada ao Pronto-Socorro de Cuiabá, porque dava sinais de lesão na cervical. Tomou uma injeção na lombar.

Dias se passaram e a mulher não melhorou. Na sexta (8), gritava de dor e foi parar no Hospital Ortopédico, onde passou por exame chorando.

Veja vídeo

 

Nesta segunda, passou pela ressonância. O resultado fica pronto dia 14.

Processo

O dono do parque ameaçada processar o casal por calúnia e difamação. Alega que o vídeo é fake, com trucagens para denegrir a imagem do estabelecimento. Afirma que os brinquedos são fabricados por empresas especializadas e supervisionados pelo Corpo de Bombeiros.

Rafael garante que não tem intenção nenhuma de lesar imagem do parque ou do dono, que só denunciou o caso nas redes sociais porque viu que o brinquedo foi liberado, mesmo diante do risco que a namorada sofreu. “Poderia ter sido pior. Vão esperar alguém morrer para fazer alguma coisa?” – questiona.

Ele fez post no Facebook, alertando do perigo. Nisso, outros internautas comentaram no post que também se machucaram no tobogã do Acqua Park.

O casal alega ainda que está tendo gastos médicos. “Só no ortopédico, a consulta, a seção no aparelho e medicação custaram R$ 840”, soma Rafael.

Fonte: https://www.rdnews.com.br/cidades/mulher-que-se-feriu-no-toboga-sofre-com-dores-e-faz-ressonancia-serie-da-queda/111684  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

contato: contato@airnews.com.br / fones: +55 (65) XXXX-XXXX ou +55 (65) XXXXX-XXXX