A crise com Bebianno e os outros desafios da tramitação da reforma da Previdência no Congresso

G1

O comentário desta sexta-feira (22) no programa Café das 6, da Rádio Globo, abordou desde a exoneração do então secretário-geral da presidência Gustavo Bebianno, braço direito do presidente Jair Bolsonaro durante a campanha, até os eventuais impactos da primeira grande crise do governo na tramitação da Reforma da Previdência. Ouça aqui.

No meio da confusão gerada pela demissão de Bebianno, teve muito menos destaque – do que o governo gostaria – a entrega do pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, no Congresso.

Durante a semana, dando um recado importante, a Câmara dos Deputados derrubou o decreto presidencial que aumentava o número de funcionários aptos a classificar documentos como sigilosos. O tema segue para o Senado com o carimbo de rejeição na Câmara, o que acabou acendendo um sinal amarelo na gestão Bolsonaro.

Contudo, a primeira derrota do governo no Congresso ou mesmo a crise com a saída de Bebianno não necessariamente impactará a reforma a ponto de o resultado final ser uma rejeição. Hoje, há um consenso no país de que é preciso mudar a Previdência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

contato: contato@airnews.com.br / fones: +55 (65) XXXX-XXXX ou +55 (65) XXXXX-XXXX