Prefeitura em disputa

“Episódio do paletó não desgruda mais e Emanuel terá dificuldade”

À frente do Procon, Gisela Simona admite ser candidata a prefeita de Cuiabá na próxima eleição

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

“Acredito que essa história do Paletó não desgruda mais do Emanuel Pinheiro. A população hoje está muito mais esclarecida e procura gestores com uma trajetória de vida de trabalho prestado e que não seja manchada por qualquer ato como esse que nos envergonhou”.

 

A declaração é da superintendente do Procon, Gisela Simona, eventual pré-candidata à Prefeitura de Cuiabá, e faz referência ao episódio em que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) foi flagrado recebendo maços de dinheiro no Palácio Paiaguás – supostamente de propina – à época em que era deputado estadual.

 

Na avaliação de Gisela, que concedeu uma entrevista ao MidiaNews nesta semana, se optar por sair candidato à reeleição no ano que vem, o prefeito encontrará grande dificuldade em razão desse episódio.

 

A população procura gestores que não tenham trajetória manchada por qualquer ato como esse que nos envergonhou

Ela, que foi considerada uma das surpresas na última eleição, tendo recebido mais de 50 mil votos para deputada federal, já é citada como “fato novo” na política.

 

Muito disso ocorre em função da expressiva votação recebida na Capital, mais de 33 mil votos, transformando-a na mais votada em Cuiabá.

 

“Sou filiada ao PROS, ficamos com uma primeira suplência (na Câmara Federal). Meu maior desejo era que eu conseguisse assumir como deputada federal. Mas, se for vontade do meu partido, eu serei candidata a prefeita de Cuiabá”, admitiu ela.

 

Ainda durante a entrevista, Gisela fez uma avaliação da atual administração – que, segundo ela, tem muitos projetos e poucas realizações -, e falou um pouco de sua atuação à frente do Procon, bem como quais as principais demandas do órgão.

 

Veja os principais trechos da entrevista:


MidiaNews – Atualmente a senhora ocupa um cargo de confiança no Governo Mauro Mendes, depois de ter recebido uma votação expressiva para deputada federal, especialmente aqui em Cuiabá. Já passou pela sua cabeça ser a candidata a prefeita com o apoio do governador em 2020 – embora tenha apoiado o candidato Wellington Fagundes na eleição para o Governo em 2018?

 

Gisela Simona – Não passou pela minha cabeça. O que existe hoje, até nas redes sociais, é todo um movimento, um grupo falando: “Futura prefeita de Cuiabá”. E eu reconheço isso, pois foram mais de 33 mil votos na Capital, a mais vota aqui, 12% dos votos válidos. Número muito expressivo e isso faz com que as pessoas de alguma forma façam essas especulações com meu nome à Prefeitura de Cuiabá. Mas digo que nem há uma certeza de ser candidata, muito menos me aliar a qualquer partido. Hoje, o que tenho muito claro é que do partido em que estou eu não saio.

 

Sou filiada ao PROS, ficamos com uma primeira suplência (Câmara Federal). E meu maior desejo era conseguir assumir como deputada federal, até porque existem alguns colegas de coligação que estão com problemas [na Justiça Eleitoral]. Por conta disso, acredito que o grande presente para quem votou em Gisela Simona seria me ver assumindo como deputado federal.

 

MidiaNews – Mas os 33 mil votos não lhe dão aquela esperança de que pode ser prefeita de Cuiabá?

 

Gisela Simona – Pensar a gente pensa. Saber se isso vai se concretizar, acho que ainda é cedo.

Fonte de informação.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

contato: contato@airnews.com.br / fones: +55 (65) XXXX-XXXX ou +55 (65) XXXXX-XXXX